Ensino história indígena em livros didáticos: problematizações a partir de uma coletânea distribuída na rede municipal de ensino de Florianópolis, SC

Palavras-chave: ensino de História, Nova História Indígena, livros didáticos, Ensino Fundamental

Resumo

O presente artigo tem como intuito contribuir com algumas reflexões acerca do ensino de História Indígena na Educação Básica a partir da análise e problematização dos conteúdos presentes na coletânea didática Vontade de Saber: História, distribuída a escolas da rede municipal de educação de Florianópolis-SC.  A análise fundamenta-se em dispositivos legais, como a Lei n. 11645/08, as Diretrizes Operacionais para a Implementação da História e das Culturas dos Povos Indígenas na Educação Básica (2016) e nas normativas do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD). A problematização dos conteúdos e as indicações propositivas foram orientadas pelos princípios teórico-metodológicos da chamada Nova História Indígena, cujos preceitos vêm influenciando a produção historiográfica na área ao longo dos últimos 25 anos, promovendo olhares e práticas que ressaltam e valorizam o protagonismo indígena e sua agência histórica.

Biografia do Autor

Sandor Bringmann, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Mestre e doutor em História Cultural pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduado em História pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Professor Adjunto do Departamento de Metodologia de Ensino na UFSC. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de História (ProfHistória/UFSC).

Referências

ALMEIDA, M. R.C. A atuação dos indígenas na história do Brasil: revisões historiográficas. In: Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 37, n. 75, 2017. p. 17-38. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93472017v37n75-02

ALMEIDA, M. R.C. Os índios na história do Brasil. Rio de Janeiro: FGV, 2010.

BANIWA, G. S. L. Movimentos e políticas indígenas no Brasil contemporâneo. In: Revista Tellus, Campo Grande, ano 7, n. 12, 2007. p. 127-46. Disponível em: http://www.gpec.ucdb.br/projetos/tellus/index.php/tellus/article/view/136. Acesso em: 2 dez. 2020.

BITTENCOURT, C. M. F. Ensino de história: fundamentos e métodos. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2018.

BORELLI, S. H. S. Os kaingang no estado de São Paulo: constantes históricas e violência deliberada. In: MONTEIRO, J. M.; RANGEL, L. H.; ANDRADE, L. M. M.; LUIZ, M. L. M.; GOMES, R. S.; GUERRIERO, S.; BORELLI, S. H. S. Índios no estado de São Paulo: resistência e transfiguração. São Paulo: Yankatu, 1984.

BRASIL. Ministério da Educação. PNLD 2017/2019. Brasília-DF, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Operacionais para a implementação da história e das culturas dos povos indígenas na Educação Básica, em decorrência da Lei n. 11.645/2008. Brasília-DF, 2015.

BRASIL. Lei n. 11.645, de 10 de março de 2008. Obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Brasília-DF, 2008. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm. Acesso em: 12 mar. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Brasília-DF, 2004.

BRASIL. Lei n. 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”. Brasília-DF, 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm. Acesso em: 12 mar. 2020.

BRASIL. Assembleia Nacional Constituinte. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília-DF, 1988.

CAIMI, F. E. O livro didático de história e suas imperfeições: repercussões do PNLD após 20 anos. In: ROCHA, H. A. B.; REZNIK, L.; MAGALHÃES, M. S. (Org.). Livros didáticos de história: entre políticas e narrativas. 1. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2017. p. 23-45.

COELHO, M. C.; COELHO, W. N. B. O ensino de história e os desafios da diversidade: a conformação da consciência histórica nos processos de implementação da Lei 10639/2003. In: ROCHA, H.; MAGALHÃES, M.; GONTIJO, R. O ensino de história em questão: cultura histórica, usos do passado. Rio de Janeiro: FGV, 2015. p. 283-304.

CUNHA, M. C. (Org.). História dos índios no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

DAVIS, S. Vítimas do milagre: o desenvolvimento e os índios do Brasil. Rio de Janeiro, Zahar Editores, 1978.

DICKIE, M. A. S. Levi Strauss e os fios da história. In: GROISMAN, A. et al. Antropologia em primeira mão. Florianópolis: UFSC, 2012.

FLORIANÓPOLIS (Estado). Secretaria Municipal de Educação. Diretrizes Curriculares para a Educação Básica da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis/SC. Florianópolis, 2015. Disponível em: http://www.pmf.sc.gov.br/arquivos/arquivos/pdf/25_05_2015_13.21.19.a8cfbc1ba45502447185ee928a98ce06.pdf. Acesso em: 13 abril 2019.

FONSECA, S. G. Didática e prática de ensino de História: experiências, reflexões e aprendizados. Campinas: Papirus, 2012.

FREIRE, C. A. R. (Org.). Memória do SPI: textos, imagens e documentos sobre o Serviço de Proteção aos Índios (1910-1967). Rio de Janeiro: FUNAI, 2011.

GRUPIONI, L. D. B. Livros didáticos e fontes de informações sobre as sociedades indígenas no Brasil. In: SILVA, A. L.; GRUPIONI, L. D. B. (Org.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. São Paulo: Global, 1995 p. 481-525.

MONTEIRO, J. Tupi, tapuias e historiadores: estudos de História Indígena e Indigenismo. 2001. Tese (Livre Docência) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2001.

MONTEIRO, J. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens

de São Paulo. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

MUNDURUKU, D. O caráter educativo do movimento indígena brasileiro (1970-1990). São Paulo Paulinas, 2012.

OLIVEIRA, J. P. Ensaios de Antropologia Histórica. Rio de Janeiro: UFRJ, 1999.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber – história. 7º ano. 2. ed. São Paulo: FTD, 2012a.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber – história. 8º ano. 2. ed. São Paulo: FTD, 2012b.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber – história. 9º ano. 2. ed. São Paulo: FTD, 2012c.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber – história. 7º ano. 3. ed. São Paulo: FTD, 2015a.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber – história. 8º ano. 3. ed. São Paulo: FTD, 2015b.

PELLEGRINNI, M. C.; DIAS, A. M.; GRINBERG, K. Vontade de saber: história. 9º Ano. 3. ed. São Paulo: FTD, 2015c.

PEREGALLI, H. A América que os europeus encontraram. São Paulo: Atual, 1994.

PINSKY, J.; PINSKY, C. B. O que e como ensinar: por uma história prazerosa e consequente. In: KARNAL, L. (Org.). História na sala de aula: conceitos, propostas e práticas. 6. ed. São Paulo: Contexto, 2018. p. 17-36.

RIBEIRO, D. Os índios e a civilização: a integração das populações indígenas no Brasil moderno. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1986.

RODRIGUES, R. A. Cenários da ocupação guarani na calha do Alto Paraná: um

estudo etnoarqueológico. 2001. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2001.

SANTIAGO, A. R. F. A viabilidade dos PCNs como política pública de intervenção no currículo escolar. In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO [ANPED], 23., 24-28 set. 2000, Caxambu. Anais [...]. Rio de Janeiro: ANPED, 2000. Disponível em: https://www.anped.org.br/biblioteca/item/viabilidade-dos-pcn-como-politica-publica-de-intervencao-no-curriculo-escolar. Acesso em: 10 dez. 2020.

SANTOS, S. C. Índios e brancos no sul do Brasil: a dramática experiência Xokleng. Florianópolis: Edeme, 1973.

SANTOS, S. C. A integração do índio na sociedade regional: a função dos postos indígenas em Santa Catarina. Florianópolis: UFSC, 1970.

SILVA, A. L.; GRUPIONI, L. D. B. A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1º e 2º graus. Brasília: MARI/MEC/UNESCO, 1995.

SOUZA LIMA, A. C. Um grande cerco de paz: poder tutelar, indianidade e formação do estado no Brasil. Petrópolis, Vozes, 1995.

SPOSITO, F. Nem cidadãos, nem brasileiros: indígenas na formação do estado nacional brasileiro e conflitos na província de São Paulo. 2006. Dissertação (Mestrado em História Social) Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2006.

VALENTE, R. Os Fuzis e as flechas: história de sangue e resistência indígena na ditadura. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

VARNHAGEN, F. A. História Geral do Brasil [1854] 7. ed. São Paulo/Belo Horizonte: Edusp/Itatiaia, 1980.

WITTMANN, L. T. O vapor e o botoque: imigrantes alemães e índios Xokleng no Vale do Itajaí/SC (1850-1926). Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2007.

Publicado
2021-08-16