A territorialidade guarani e a ação do Estado – estudo comparado entre Brasil e Argentina

  • Clovis Antonio Brighenti

Resumo

Tendo como base de análise a situação fundiária do povo Guarani, vivendo no Brasil e Argentina, mais especificamente no estado de Santa Catarina e na província de Misiones, analisamos como se processaram as relações entre Estado e povos indígenas. Historicamente identificamos que tanto o Estado brasileiro como o argentino, respeitando suas especificidades, tinham como meta legislativa e prática de governo a integração/incorporação do indígena à sociedade nacional. Concluímos que a meta atual do Estado não é mais a integração/incorporação cultural do indígena como vinha ocorrendo até recentemente, mas a fragmentação e a desintegração do povo, dificultando a migração tradicional e não garantindo espaços suficientes para sua reprodução física e cultural.
Publicado
2014-11-19
Seção
Artigos