OS POVOS INDÍGENAS E AS MISSÕES SALESIANAS DO AMAZONAS: AS DISPUTAS DE PODER, AS ESTRATÉGIAS CIVILIZATÓRIAS E A AUTODETERMINAÇÃO INDÍGENA

  • Mauro Gomes da Costa

Resumo

Resumo: O texto analisa as ações civilizatórias das missões salesianas do Rio Negro/Amazonas/Brasil buscando evidenciar as disputas de poder entre a Igreja Católica e o Serviço de Proteção aos Índios (SPI) pelo controle espiritual, territorial e social das populações indígenas do noroeste amazônico na primeira metade do século XX. De um lado, recorrendo a uma multiplicidade de estratégias desestruturantes das culturas indígenas, ora semelhantes ora díspares, os agentes colonizadores convergiam para o fim transformar o contingente populacional indígena em cidadãos úteis para a Pátria e tementes ao Deus dos cristãos. De outro, percebe-se a mobilização das lideranças nativas contra a hegemonia missionária e estatal e em defesa da autodeterminação indígena.

Palavras-Chave: Civilização; Conversão Religiosa; Autodeterminação Indígena.

Publicado
2015-02-19