De “fraquinhos” a Aikewára: construção de identidade e resistência de um povo tupi na Amazônia

  • Luiza Mastop Lima Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Resumo

O presente artigo reflete sobre o processo de construção da identidade étnica e as estratégias utilizadas pelo povo Aikewára para se manter enquanto povo indígena. O objetivo do trabalho é compreender como os Aikewára foram se construindo e reconstruindo ao longo dos anos, vencendo inimigos tradicionais, as mazelas trazidas com o contato com a sociedade não-indígena, se apropriando de códigos e estratégias que os auxiliaram na manutenção de sua identidade étnica. Os dados apresentados foram coletados a partir de trabalho de campo na Área Indígena Sororó, por meio de observação participante, observação direta e conversas com membros do povo e lideranças tradicionais e políticas. Crescimento populacional, desenvolvimento de projetos produtivos, conquistas referentes à educação escolar diferenciada e ao atendimento de saúde de qualidade na aldeia são aspectos dessa luta que possibilitam a existência e a visibilidade social do povo Aikewára.
Publicado
2016-02-22