O papel das lideranças tradicionais na demarcação das terras indígenas Guarani e Kaiowá

  • Elemir Soare Martins

Resumo

Objetivo deste trabalho é descrever e analisar a participação das lideranças tradicionais ñanderu e ñandesy no movimento político contemporâneo dos povos indígenas Guarani e Kaiowá pela recuperação e demarcação dos tekoha (terras indígenas tradicionais) no Cone Sul de Mato Grosso do Sul. É fundamental destacar que desde meados de 1970, as lideranças tradicionais começaram a participar do movimento da resistência Guarani e Kaiowá no contexto de luta pela retomada de suas terras tradicionais. Entendemos que, para os Guarani, uma das funções dos ñanderu, ñandesy e seus auxiliares yvyra’ija é a realização e coordenação dos rituais religiosos jeroky para convocar e envolver os deuses protetores do cosmos Ñandejara Tupã Husu na recuperação dos tekoha antigos. Dessa forma, emergiu a participação efetiva das lideranças espirituais tradicionais nas assembleias gerais Aty Guasu e na articulação das lideranças políticas indígenas. Nesse sentido, em diversas situações de luta complexa pela demarcação de terras tradicionais, os mboruvicha (lideranças políticas) buscaram o apoio fundamental dos/as ñanderu e ñandesy (lideranças espirituais), aqui chamadas de lideranças tradicionais, no processo de retomada dos tekoha. Além disso, o trabalho pretende discutir a importância dessas lideranças na valorização da memória na luta dos povos indígenas: da língua, das crenças, das práticas culturais de solidariedade e de apoio mútuo entre as lideranças tradicionais, lideranças políticas e, por último, os acadêmicos indígenas do Ensino Superior que emergem agora também como atores desse processo. Ressaltamos ainda, que percebemos que os rituais religiosos jeroky coordenados pelos ñanderu e ñandesy possibilitam a aproximação e a união dos membros dos povos indígenas Guarani e Kaiowá que estão na luta pelas efetivações de direitos indígenas. Nesse sentido, pretendemos demonstrar como essa aproximação vem ocorrendo, principalmente no tekoha Pindo Roky no município de Caarapó MS.

Palavras-chave: Guarani e Kaiowá; xamanismo; Retomada dos tekoha; lideranças tradicionais e lideranças políticas.
Publicado
2016-02-22
Seção
Escritos Indígenas