Como acabará essa terra? Reflexões sobre a cataclismologia Guarani-Mbya, à luz da obra de Nimuendajú

  • Daniel Calazans Pierri

Resumo

O artigo analisa e compara diferentes reflexões de pessoas guarani-mbya a respeito das possibilidades de destruição do mundo, demonstrando tratar-se de elaborações cosmológicas, frutos de intenso debate entre os índios. A comparação se estende às versões Apapokuva sobre o cataclisma, abordadas por Curt Unkel Nimuendajú, que apontava as “Lendas da Criação e da Destruição do Mundo” como principal motor da cosmologia guarani. A partir disso, à luz dos discursos mbya, discutem-se algumas das principais formulações de Nimuendajú que influenciaram a literatura, para defender a indissociabilidade entre elaborações cosmológicas e a experiência concreta nas aldeias guarani, marcadas por um contexto de destruição dos recursos naturais da Mata Atlântica, de multiplicação de obras de infraestrutura que as impactam e de expropriação territorial.
Publicado
2014-11-18