As implicações da formação escolar dos professores de artes: um novo caminho para as questões indígenas

  • Katyuscia Oshiro Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS
  • Lucrécia Stringhetta Mello Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS
Palavras-chave: história de vida, formação de professores, história e cultura dos povos indígenas.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo analisar a formação inicial, continuada e a história de vida relacionada às questões dos povos indígenas dos professores lotados na escola municipal de tempo integral do município de Campo Grande, MS. A pesquisa trabalhou com uma abordagem qualitativa com delineamento na história de vida dos professores de Artes. A primeira foi realizada em quatro etapas, que se iniciou com um levantamento bibliográfico e documental, seguida por uma análise da formação inicial e continuada desses professores de artes da escola, a partir da aplicação de um questionário semiestruturado. Já a terceira etapa foi a organização das categorias e análise dos dados. O próximo passo foi a realização de uma entrevista com a finalidade de compreender a história de vida dos docentes. Por fim, com os resultados da pesquisa, é possível concluir que para a Lei 11.645/2008 ser colocada em prática, é preciso repensar a formação inicial, criar formações continuadas que se atentem para as temáticas indígenas e ainda organizar, na escola, espaços de discussão e reflexão para os professores não continuarem como reprodutores de tudo o que já aconteceu na história dentro da escola com relação a esses povos.

Biografia do Autor

Katyuscia Oshiro, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS
Campo Grande - MS
Lucrécia Stringhetta Mello, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS
Campus de Três Lagoas - MS

Referências

ALVES-MAZZOTTI, Alda Judith; GEWANDSZNAJDER, Fernando. O método nas ciências naturais e sociais - pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1999.

ANDRÉ, M. E. D. A et al. Aprendizagem do adulto professor. In: PLACCO, V. M. N. S; SOUZA, V. L. T. (Org.). Aprendizagem do adulto professor. São Paulo: Edições Loyola, 2006.

BRAGANÇA, Inês Ferreira de Souza. História de vida e formação de professores/as: um olhar dirigido à literatura educacional. In: SOUZA, Elizeu Clementino; ­MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (Org.). Histórias de vida e formação de professores. Rio de Janeiro: Quartet/FAPERJ, 2008.

BRASIL. Lei 11.645, de 2008. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena. Brasília: Senado, 2008.

______. Lei 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Inclui no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-brasileira”. Brasília: Senado, 2003.

______. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: Senado, 1996.

GRUPIONI, Luis D. Imagens contraditórias e fragmentadas: sobre o lugar dos índios nos livros didáticos. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 77, n. l86, p. 409-437, maio/ago. 1996.

HUBERMAN, M. O Ciclo de vida profissional dos professores. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. 2. ed. Porto, Portugal: Porto Editora, 1992. p. 31-61.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo Demográfico: microdados. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional – formar-se para a mudança e a incerteza. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. Lisboa: Educa, 2002.

NÓVOA, A. Os professores e as histórias da sua vida. In: NÓVOA, A. (Org.). Vidas de professores. Porto, Portugal: Porto Editora, 1995.

SANTOS FILHO, J. Camilo dos. Pesquisa quantitativa versus pesquisa qualitativa: o desafio paradigmático. In: SANTOS FILHO, J. Camilo dos; GAMBOA, Silvio Sánchez (Org.). Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1997.

SCHON, D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NOVÓA, A. (Org.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

SOUZA, Clementino de Souza. Histórias de vida, escritas de si e abordagem experiencial. In: SOUZA, Elizeu Clementino; MIGNOT, Ana Chrystina Venancio (Org.). Histórias de vida e formação de professores. Rio de Janeiro: Quartet/FAPERJ, 2008.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

ZEICHNER, Kenneth M. A formação reflexiva de professores: idéias e práticas. Lisboa: Educa, 1993.

Publicado
2017-04-24