A produção do conhecimento sobre a relação entre educação e religião direcionadas aos povos indígenas no Brasil (1990-2018)

Palavras-chave: balanço bibliog´ráfico, educação para os indígenas, religião, história da educação

Resumo

O estudo compreende um mapeamento acerca da produção sobre a educação para os indígenas relacionada à religião, a partir da identificação de teses e dissertações do portal de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD/IBICT) e dos trabalhos publicados nos Anais do Congresso Brasileiro de História da Educação (CBHE), no período entre 1990 e 2018. De caráter inventariante, a pesquisa buscou analisar as abordagens temáticas e metodológicas, assim como as fontes pesquisadas e os recortes temporais elegidos pelos pesquisadores. A investigação realizada permitiu identificar que as dissertações, as teses e os trabalhos completos privilegiaram como objeto de estudo, em sua maioria, a relação entre a educação e a religião, os missionários e a educação ministrada aos indígenas das diversas etnias, a política indigenista e sua relação com a educação escolar, e as pedagogias utilizadas pelos jesuítas na América portuguesa nos séculos XVI, XVII e XVIII. Desse modo, abordaram temáticas, até então, não escolhidas pelos pesquisadores dos cursos de pós-graduação. Assim, foi possível verificar que a educação para os indígenas e a educação escolar indígena já são temáticas de pesquisas privilegiadas pelos pesquisadores, contribuindo, dessa forma, com a escrita da história da educação no Brasil, com novos sujeitos, espaços e temporalidades. Contudo, constatou-se ainda que há necessidade da expansão dessas pesquisas quanto aos recortes temporais, geográficos e étnicos.

Biografia do Autor

Cristiane Pereira Peres, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Mestre e graduada em História pela Universidade Federal da Grande UFGD.

Alessandra Cristina Furtado, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre e graduada em História pela Faculdade de História, Direito e Serviço Social pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Franca). Docente na Faculdade de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação stricto sensu na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em História da Educação, Memória e Sociedade na UFGD.

Referências

BITTENCOURT, Circe Fernandes. História da educação indígena no Brasil: percursos de pesquisas. Revista Anuario de Historia de la Educación, Buenos Aires, v. 18, n. 2, 2017. p. 100-13.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação escolar indígena: diversidade sociocultural indígena ressignificando a escola. Brasília-DF, 2007.

BRASIL. Parecer CNE/CEB n. 14/99, de 14 de setembro de 1999. Sobre as diretrizes curriculares nacionais da educação escolar indígena. Diário Oficial da União, Brasília-DF, 19 de outubro de 1999. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/1999/pceb014_99.pdf. Acesso em: 26 out. 2018.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Brasília-DF, 1996.

BRASIL. Assembleia Nacional Constituinte. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília-DF, 1988.

CANDAU, Vera Maria. Direitos humanos, educação e interculturalidade: as tensões entre igualdade e diferença. In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2009.

CARVALHO, Marta Maria Chagas. Manuais de pedagogia, materialidade do impresso e circulação de modelos pedagógicos no Brasil. Revista Colombiana de Educación, Bogotá, v. 20, n. 52, p. 114-35, 2007.

CARVALHO, Raquel Alves. Os missionários metodistas na região de Dourados e a educação indígena na Missão Evangélica Caiuá (1928-1944). 2004. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Metodista de Piracicaba, São Paulo, SP, 2004.

FERREIRA, Norma Sandra de A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, São Paulo, v. 23, n. 79, p. 257-72, ago. 2002.

FERREIRA, Mariana Kawall Leal. A educação escolar indígena: um diagnóstico crítico da situação no Brasil. In: LOPES DA SILVA, Aracy; FERREIRA, Mariana Kawall Leal. (Org.). Antropologia, história e educação: a questão indígena e a escola. São Paulo: Global, 2001.

JULIA, Dominique. Cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, São Paulo, v. 20, n. 1, p. 63-82, 2001.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: UNICAMP, 1992.

LE GOFF, Jacques. Memória. In: LE GOFF, Jacques. História e memória. 5. ed. Campinas: UNICAMP, 2003.

SAVIANI, Dermeval. História da história da educação no Brasil: um balanço prévio e necessário. Eccos Revista Científica, São Paulo, v. 10, n. especial, p. 147-67, 2008.

Publicado
2021-08-16