Globalização, educação e diversidade cultural

  • José Marín

Resumo

O artigo aborda a problemática da globalização e suas conseqüências na preservação da biodiversidade, a diversidade cultural e educação. As considerações apóiam-se na perspectiva histórica da ocidentalização do mundo, iniciada a partir da dominação colonial européia após o século XV. Essa dominação do etnocentrismo ocidental, atualmente justificado pela ideologia neoliberal, controla o domínio econômico e financeiro, a informação e as comunicações a partir das grandes empresas multinacionais e busca impor uma padronização cultural. Essa Globalização não tem um projeto de uma sociedade viável. Nossa análise desenvolveu-se a partir de uma reflexão intercultural sobre os relacionamentos entre o local e o global e busca compreender a Globalização dentro de aspectos diferentes e dentro de suas conseqüências. A educação, conhecida como responsável para a transmissão das visões de mundo, dos sistemas de valores e dos conhecimentos, diante do enorme desafio histórico de defender a preservação da biodiversidade e a diversidade cultural, como uma condição primária para imaginar a sobrevivência de nossas sociedades.
Publicado
2014-11-20
Seção
Artigos