Homens e mulheres indígenas contemporâneos da região do Rio Negro, Amazonas

  • Justino Sarmento Rezende

Resumo

Essa é uma visão breve sobre como eu consigo compreender os povos indígenas de nossa região do rio Negro, como nos sentimos como indígenas dos tempos atuais e o que mexe com as nossas vidas e culturas.

Referências

BARTH, Fredrik. Guru, o iniciador e outras variações antropológicas. Tradução de John Cunha Comerford, Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 2000.

BHABHA, Homi. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

CANCLINI, Nestor Garcia. Culturas híbridas. 2. ed. São Paulo: Edusp, 2003.

CARNEIRO, Manuela. Etnicidade: da cultural residual mas irredutível. In: CARNEIRO, Manuela (Org.). Antropologia do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1986.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1989.

GRUZINSKI, Serge. O pensamento mestiço. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

LARAIA, Roque de Barros. Cultura, um conceito antropológico. 11. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

OLIVEIRA FILHO, João Pacheco. Uma etnologia dos “índios misturados”: situação colonial, territorialização e fluxos culturas. In: OLIVEIRA FILHO, João Pacheco (Org.). A viagem de volta. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 1999. p. 11-40.

REZENDE, J. S. Educação na visão de um Tuyuka. Manaus: FSDB, 2010.

REZENDE, J. S. Escola Indígena Municipal Ʉtãpinopona-Tuyuka e Construção da Identidade Tuyuka. 2007. 371f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2007.

SEMPRINI, Andrea. Multiculturalismo. Tradução de Laureano Pelegrini. Bauru: EDUSC, 1999.

Publicado
2016-08-29
Seção
Escritos Indígenas