Breve descrição sobre os kaiowá e guarani na graduação e pós-graduação

  • Celuniel Valiente Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
Palavras-chave: Kaiowá e Guarani, Universidade, antropologia indígena

Resumo

A ciência indígena não pode ser caracterizada menos do que a ciência Ocidental, mas sim pensar a interação ou o dialogo entre esses diferentes conhecimentos que existem no mundo, e também tirar os conhecimentos indígenas da concepção tradicional, ou seja, descartar da esfera da antiguidade ao qual se percebe como antigo e ultrapassado, olhar mais profundo desses conhecimentos percebe-se o valor epistemológico que ele possui. Nesse pequeno artigo, pretendo conforme a minha experiência acadêmica e com as leituras bibliográficas  refletir sobre os kaiowá e Guarani nas graduações e pós-graduação (mestrado e doutorado), e como também sobre as produções indígenas nas universidades.

Biografia do Autor

Celuniel Valiente, Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD)
Graduado em Ciências Sociais pela UEMS, graduando Licenciatura Intercultural Teko Arandu  nas áreas de Ciências Humanas pela Faind/ UFGD. E mestrando no Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Faculdade de Ciências Humanas (PPGAnt/FCH/UFGD). Pertenço à etnia Kaiowá, sendo falante nativo da língua Kaiowá

Referências

AQUINO, Elda Vasques. Educação Escolar Indígena e os processos próprios de aprendizagens: espaços de inter-relação de conhecimentos na infância Guarani/Kaiowá, antes da escola, na comunidade indígena de Amambai, Amambai-MS. 2012. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2012.

BARRETO, João Paulo Lima. WaiMahsã: peixes e humanos um ensaio de antropologia indígena. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, AM, 2013.

BARRETO, João Paulo Lima, MENDES, Gilton. De peixes e homens: por uma outra antropologia. Les Temps Modernes, n. 686, nov./dez. 2015.

BENITES, Eliel. Oguata Pyahu (Uma nova caminhada) no processo de desconstrução e construção da educação escolar indígena da Aldeia Te’ýikue. 2014. 130f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2014.

BENITES, Tonico. Os antropólogos indígenas: desafios e perspectivas. Novos Debates, Brasília, v. 2, n. 1, janeiro, 2015.

______. Rojerokyhina há roikejevytekohape (rezando e lutando): o movimento histórico dos AtyGuasu dos Ava Kaiowa e dos Ava Guarani pela recuperação de seus tekoha. 2014. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Museu Nacional/Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2014.

JOÃO, Izaque. JakairaRekoNheypyrũMarangatuMborahéi: origem e fundamentos do canto ritual JerosyPuku entre os kaiowá de Panambi, Panambizinho e Sucuri’y, Mato Grosso Do Sul. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados, MS, 2011.

KOPENAWA, Davi; ALBERT, Bruce. A queda do céu: palavras de um xamã Yanomami. São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

LESCANO, Claudemiro Pereira. Tavyterã Reko Rokyta: os pilares da educação guarani kaiowá nos processos próprios de ensino e aprendizagem. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande, MS, 2016.

SANTOS, Gilton Mendes dos; DIAS JR., Carlos Machado. Ciência da floresta: por uma antropologia no plural, simétrica e cruzada. Revista de Antropologia, São Paulo, v. 52, n. 1, jan. 2009.

Publicado
2018-08-20
Seção
Escritos Indígenas