O movimento étnico-social pela demarcação das terras guarani em MS

  • Levi Marques Pereira

Resumo

O texto reflete sobre os significados que comportam algumas ações de reivindicação de demarcação de terras protagonizadas por comunidades guarani de MS. A hipótese de trabalho testa a possibilidadede esboçar a caracterização dessas ações enquanto um movimento social. Para isto recorro à bibliografia das ciências sociais que define os princípios e parâmetros de tais movimentos, para aferir em que medida eles se aplicam ao caso guarani de MS. Reúno dados expostos em minha dissertação demestrado (PEREIRA, 1999), em dois laudos de identificação de Terra Indígena (PEREIRA, 2002a e 2002b) e em pesquisas recentes com vistas à elaboração da tese de doutorado. Utilizo também, em grande medida, os estudos de Brand (1993 e 1997), fundamentais para a compreensão doprocesso de perda da terra por parte de inúmeras comunidades guarani. Ao final, tento extrair duas conseqüências que decorrem da abordagem adotada no texto: 1) a primeira, de natureza teórica, permite caracterizarestas ações enquanto movimento social; 2) a segunda, de natureza política, exclui qualquer legitimidade para a alegação, freqüente em certos setorespolíticos regionais, de que tais ações seriam resultado direto da interferência de agentes políticos externos às comunidades guarani.
Publicado
2014-11-19
Seção
Artigos